Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Aposentadorias de professores expõem preocupação pela continuidade das ações

Foto: Internet
O Podcast Unesp em parceria com a área de Hidráulica e Irrigação do campus de Ilha Solteira da Unesp, publica semanalmente noticiários sobre a agricultura irrigada e agroclimatologia. O objetivo é orientar as formas de manejo racional da água e energia. Fernando Braz Tangerino, professor da Unesp de Ilha Solteira, sinaliza os desafios da carreira profissional dos professores no Brasil.

“Estamos vivendo um momento um momento ímpar no país e nas instituições de ensino e pesquisa públicas. De maneira geral, professores e pesquisadores que constituíram carreiras sólidas e representativas, se aposentam além do tempo mínimo de contribuição, e mantém o seu legado e a infraestrutura de pesquisa e liderança por mais tempo. Mas com as questões políticas, o excesso de burocracia e a reforma da previdência batendo a porta, é grande o número de profissionais que se aposentaram em 2016 e se aposentarão em 2017. A crise econômica e a falta de arrecadação dos governos, tem exigindo medidas impactantes que inclui a reposição parcial dos professores aposentados. Ao longo dos últimos 35 anos, a agricultura irrigada mais que triplicou. Faculdades consolidaram posições de ensino, pesquisa e extensão, e criaram as condições para a formação de mão de obra e pesquisa qualificada, que contribuíram com esse crescimento, gerando uma onda de oportunidades em todo o país. Nesse momento de renovação dos quadros das universidades públicas, há um papel estratégico para se desempenhado por quem ainda está na ativa – argumentar e justificar muito bem a reposição da vaga, e quando aberta, definir adequadamente o papel do profissional que será contratado, para que haja aproveitamento, otimização e modernização da estrutura deixada.”

Tangerino destaca a necessidade de uma preparação adequada, para aqueles que sonham em seguir carreira universitária.

“Aqueles que desejam seguir carreira universitária, devem se preparar adequadamente. Se preparando com uma formação ampla, eclética, com conhecimentos sólidos nos fundamentos na sua área de conhecimento, construindo um currículo com publicações a partir das pesquisas conduzidas. Não devem desperdiçar convites para palestras, para aulas, oportunidades que se qualificarão didaticamente. Não esquecendo de construir uma rede de relacionamentos que dará condições de se informar sobre o que há de novo, no seguimento em que atua. Todas essas condições puderam ser observadas nos finalistas do concurso realizado pela faculdade de Engenharia Agrícola da Unicamp, para substituir o professor Roberto Tetzlaff, um dos gigantes que podemos conhecer e desfrutar conhecimento ao longo da carreira universitária. Quando o catarinense formado pela UDESC e Esalq – USP, Antônio Pires de Camargo, venceu e ao lado do professor Edson Matsura, terão a missão de prosseguir pesquisando, ensinando e inovando a agricultura irrigada. À dupla, desejamos fé e obra. Além de que, o entusiasmo seja sempre mantido para que novas oportunidades de formação profissional e modernização da agricultura irrigada, sejam mantidas.”

Última modificação em Terça, 21 Março 2017 18:52
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Voltar ao Topo
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
Termos de Compromisso  |  Política Privacidade  |  Creative Commons 2014 • Todos os Direitos Reservados