Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Mais de 2 mil pessoas participam de evento com animais exóticos e silvestres

Foto: Chico Martins
No último sábado (25), foi realizado em Curitiba (PR) o 3º Encontro de Animais Exóticos e Silvestres promovido pelo pet center HiperZoo em parceria com o grupo Exotic World e a empresa Peregrinus, especializada em falcoaria. O evento teve como objetivo reunir especialistas e tutores de animais exóticos e silvestres e o público que admira essas espécies.

Foto: Chico Martins

Essa edição do encontro contou com novos participantes que também fizeram sucesso - um teiú (espécie de lagarto) e dois gaviões asa-de-telha. “Em nossa loja, dispomos de uma bióloga para orientar os interessados em adquirir um animal silvestre ou exótico, porém durante os encontros que promovemos o público pode conversar também com os tutores que já criam essas espécies há bastante tempo e saber mais sobre o dia a dia com eles”, destaca Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo.

Foto Chico Martins

Durante o evento, o veterinário e responsável técnico da Peregrinus, Renan Cardoso, e a falcoeira e coordenadora de comunicação da empresa, Andreia Pisco, orientaram o público sobre a criação de aves de rapina. “Criar esse tipo de ave exige muita dedicação, por isso é importante que os interessados se informem e, preferencialmente, façam um curso de falcoaria para aprender sobre o manejo e treinamento desses animais”, explica Andreia. “Um animal como um gavião, por exemplo, pode viver até 30 anos em cativeiro e exige cuidados especiais com alimentação. O treinamento para vôo dura de 3 a 6 meses e o animal deve ter um período de vôo diário com seu tutor”, complementa.

Foto: Chico Martins

Prevenção

A campanha contra a dirofilariose também fez parte da programação no sábado. Diversos tutores levaram seus cães para fazer o exame para detectar o chamado “verme do coração” e tomar a vacina preventiva.

Foto: Chico Martins

(Com informações de Assessoria)
Última modificação em Quinta, 11 Maio 2017 11:30
Avalie este item
(0 votos)
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados