Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Alunos do projeto Trilha Jovem participam de atividades sobre Educação Ambiental

Alunos do projeto Trilha Jovem junto com suas famílias durante o primeiro dia das atividades de 2017. Foto: divulgação/POLOIGUASSU
Alunos do projeto Trilha Jovem, de Foz do Iguaçu (PR), participaram de uma série de atividades relacionadas à Educação Ambiental. O módulo foi desenvolvido pela equipe do Ecomuseu de ITAIPU, vinculado à Divisão de Educação Ambiental da ITAIPU Binacional, e as ações aconteceram no Refúgio Biológico Bela Vista.

O pedagogo do Ecomuseu de Itaipu, Enzo Maschio Figueiredo, comenta as temáticas abordadas com os jovens:

“De uma maneira geral, a gente tenta apresentar alguns conceitos básicos, alguns conceitos fundamentais da Educação Ambiental com esses jovens. Mas fundamentalmente sensibilizá-los dentro de uma perspectiva da sustentabilidade. Fazê-los compreender o impacto da ação humana sobre o meio ambiente. Como esse ambiente é um ambiente complexo, multi determinado, multifatorial e como o comportamento, o estilo de vida, as opções de cada um causam impacto no ambiente. Neste ano, nós tivemos dois encontros com cada turma. São 120 jovens, divididos em 4 turmas. No primeiro encontro nós fizemos uma oficina de Educação ambiental, na qual a gente discutiu esses conceitos, apresentamos alguns vídeos, fizemos debates. No segundo encontro, levamos eles para conhecer a trilha do Refúgio Biológico, passamos por cada ponto da Trilha e estabelecemos relações entre o que a gente conversou – os elementos que a gente discutiu em sala de aula - tentando relacioná-las com as ações da Itaipu – do Programa Cultivando Água Boa -, e com as ações especificas do Refúgio Biológico Bela Vista.”

Enzo explicou ainda a importância de trabalhar a temática com o público mais jovem:

“Trabalhar a Educação Ambiental com a juventude de uma maneira geral é importante por que, apesar de hoje em dia a ideia da sustentabilidade já está mais difundida na sociedade, a cada encontro a gente percebe como esse debate ainda falta, ainda está ausente na juventude. Para a maioria deles ainda é novidade. Trabalhos desse tipo faze eles pensarem um pouco fora do quadrado, um pouco fora da casinha e às vezes pode não ser agora, mas talvez daqui alguns anos eles se lembrem, talvez esse seja um primeiro passo para o desenvolvimento de uma nova consciência.”

O projeto Trilha jovem atua na preparação de jovens para ingressar no mercado, especificamente no setor do turismo. Figueiredo ressalta que os conceitos de sustentabilidade são primordiais para os futuros profissionais:

“Algumas decisões de sustentabilidade muitas vezes não estarão ao alcance deles. São decisões que cabem aos gestores, aos empresários. Mas na medida que nós temos os trabalhadores sensibilizados nesse sentido, a gente crê que serão mais alguns atores nessa batalha de conservação ambiental e de construção de sociedades mais sustentáveis.”

A estudante do 3º ano do Ensino Médio e participante do Projeto, Isabela Antunes da Silva, destaca os pontos que mais chamaram sua atenção durante as oficinas:

“Esta semana a gente está aprendendo sobre movimentos sustentáveis. Estamos fazendo um projeto sobre isso. Nós vimos coisas e adquirimos conhecimentos para refletir, não só sobre o meio ambiente, mas tudo que está a nossa volta. Vimos que o ambiente não está relacionado só à natureza – todos os lugares que estamos é um ambiente que temos que preservar para as gerações futuras e também para nossa qualidade de vida. Como a ideia das lixeiras; separar, fazer o processo seletivo, eu acho muito bacana por que ajuda bastante os coletores, etc. Eu gosto das reflexões que ficam pra gente, cada vez que temos uma aula diferente. As reflexões que ficam para repensarmos nossas atitudes e ser uma pessoa melhor.”

Já o estudante Jeferson de Moraes, surpreendeu-se com a amplitude da temática e como a mudança nos hábitos pessoais podem acarretar em ótimos resultados para o meio ambiente:

“Na escola a gente ouve falar sobre sustentabilidade, meio ambiente, mas eu não tinha noção da grandeza que é realmente. Aqui no Trilha Jovem eles estão abrindo nossa mente, estão colocando coisas novas que a gente realmente vai usar. Está sendo uma nova descoberta. Isso é mais que importante, por que trabalhar sobre a sustentabilidade é algo que está fazendo nós criarmos uma ideia nova, uma nova perspectiva sobre ajudar o meio ambiente, ajudar a nós mesmos, a economizar tudo que formos fazer. Então está sendo muito importante.”

O Projeto Trilha Jovem Iguassu capacita anualmente jovens de 16 a 24 anos para o mercado de trabalho do turismo. Atualmente, 120 alunos participam da fase presencial, executada pelo POLOIGUASSU, no Parque Tecnológico Itaipu – PTI.
Última modificação em Quarta, 10 Maio 2017 11:23
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Voltar ao Topo
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
Termos de Compromisso  |  Política Privacidade  |  Creative Commons 2014 • Todos os Direitos Reservados