Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Itaipu e Governo do Paraná vão adotar ações do Cultivando Água Boa no Rio Iguaçu

Foto: Jaelson Lucas

O Governo do Paraná e a Itaipu Binacional vão atuar juntos em ações de Educação Ambiental dentro do Programa de Revitalização do Rio Iguaçu. Para isso, o Estado vai utilizar a metodologia do Programa Cultivando Água Boa, que é desenvolvido pela binacional e reconhecido mundialmente com o Prêmio ONU-Water.

O anúncio foi feito no Palácio Iguaçu, e em entrevista à Agência Estadual de Notícias, o governador Beto Richa destacou que a experiência será importante para ampliar o alcance da educação ambiental nos municípios.

“Eu não abro mão de estabelecer parcerias, de agir com transparência e trazer todo mundo em busca de um mesmo objetivo. Está aí um exemplo em que conseguimos com os gestores locais a participação dos nossos prefeitos e vereadores, da sociedade civil, todas as ações desenvolvidas por esse grupo gestor em relação ao ambiente e agora com a Itaipu também participando desse esforço com o nosso Rio Iguaçu, a principal Bacia Hidrográfica do Estado do Paraná”.

Desenvolvido desde 2003 na Bacia do Rio Paraná, onde está instalada a hidrelétrica de Itaipu, o Programa Cultivando Água Boa inclui ações como a recuperação de microbacias, proteção das matas ciliares e projetos de educação ambiental que envolvem escolas, ONGS, prefeituras e grupos da sociedade civil. O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, ressaltou que a parceria deve ser muito positiva:

“São ações educativas. É o trato que a população tem com o esgoto, com águas fluviais, e todo esse cuidado pode ser replicado no Rio Iguaçu e essa parceria é muito positiva”.

Para o secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antonio Carlos Bonetti, a educação ambiental é imprescindível para que a preservação do rio se mantenha ao longo dos anos.

“Toda ação para recuperação é válida, mas precisamos fazer com que as pessoas tenham a cultura de não fazer nada que contamine os rios. Não existe o Rio Iguaçu sem o rio médio e não existe um rio médio sem um pequeno, uma vertente. Nós precisamos ter a consciência de que toda conservação é necessária (do solo, das estradas, das vertentes) para que o rio grande não seja contaminado”.

A Bacia do Rio Iguaçu é a maior do Paraná, com 1.320 quilômetros de extensão e abrange 113 municípios. Além de ser utilizado para a agricultura e o abastecimento de água, o rio é também responsável por 70% da energia gerada pela Copel.

(Com informações da Agência de Notícias do Paraná)

Última modificação em Sexta, 11 Agosto 2017 11:39
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
Termos de Compromisso  |  Política Privacidade  |  Creative Commons 2014 • Todos os Direitos Reservados