Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

"AlimentaCão": projeto de extensão da UTFPR ajuda nos cuidados aos animais

O crescente número de cães abandonados que circulavam pelas proximidades do Campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Medianeira (PR), foi o que motivou um grupo de estudantes e professores da instituição a criarem o projeto de extensão universitária “AlimentaCão”.

Um dos destaques foi a instalação de um alimentador em frente ao Campus, que além de funcional (com espaço para disponibilizar água e ração), chama a atenção pelo design inovador: um banco de madeira em formato de osso inspirado em exemplos aplicados na Colômbia e na Turquia. As tarefas de repor a água e a ração duas vezes por dia, e de fazer a limpeza do local, é dividida entre os integrantes do projeto. Mas o trabalho vai além, com ações de sensibilização na universidade e escolas municipais, conforme explica a presidente do projeto Jéssica Carvalho:

“Nós vemos que a população também se identifica com essa causa e isso nos motiva a continuar com esse trabalho. Nas escolas onde realizamos esse trabalho nós somos super bem recebidos. Tentamos trabalhar com as crianças a questão da conscientização, o cuidado dos animais, a questão do abandono. Isso é o que tentamos conversar com eles para que eles possam levar esses ensinamentos para dentro de casa”.



Focado na melhoria da qualidade de vida dos animais, o AlimentaCão se baseia em três objetivos principais: garantir uma alimentação saudável aos cães a partir do fornecimento e distribuição de água e ração; minimizar a reprodução de cães abandonados por meio da castração social, a ser realizada de forma ética e de acordo com os princípios de proteção ao animal; e sensibilizar a comunidade quanto aos problemas causados pela prática do abandono, além da importância de promover o bem estar, cuidado e responsabilidade com os animais indefesos.



A estudante explica que o grupo tem intenção de ampliar o projeto. Inclusive, pensando nesta replicação, deve ser desenvolvida uma cartilha sobre a iniciativa:

“Desde o início do projeto, o nosso desejo é que comedouro seja instalado em vários outros pontos da cidade. Percebemos que o abandono e a circulação desses animais não é restrita apenas à universidade. Existe também essa necessidade também em outros bairros e nós queremos ampliar isso para outras áreas da cidade. Então vamos desenvolver essa cartilha, que vai servir de apoio às pessoas, e fazer com que seja possível que isso seja replicado em outras cidades tendo um custo mínimo com ajuda de outros órgãos e pessoas que tenham essa vontade de ajudar os animais e se identifique com essa causa”.



O projeto conta com alguns parceiros, mas está aberto para a colaboração de empresas, órgãos públicos e instituições de ensino. Mais informações estão disponíveis nas redes sociais do projeto: https://www.facebook.com/AlimentaCaoUTFPR e https://www.instagram.com/alimentacaoutfpr.

Última modificação em Sexta, 15 Setembro 2017 13:02
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
Termos de Compromisso  |  Política Privacidade  |  Creative Commons 2014 • Todos os Direitos Reservados