Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

“A água deve ser discutida por toda a sociedade”, destaca governador do Conselho Mundial da Água

Experiências bem-sucedidas de gestão de recursos hídricos com a participação social estão sendo apresentadas em Foz do Iguaçu (PR) durante o Fórum Cidadão da Região Sul. O evento é preparatório para o Fórum Mundial da Água, que será promovido em Brasília, em março de 2018.

Com o título “Gestão Participativa e Social da Água – a sociedade compartilhando tecnologias locais”, o encontro é organizado pela Itaipu Binacional e pela Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (Rebob), com apoio da Agência Nacional de Águas (ANA).

Durante a solenidade de abertura, nesta quarta-feira (27), o governador do Conselho Mundial da Água e presidente da REBOB, Lupércio Ziroldo Antônio, fez uma breve apresentação sobre a organização do Fórum Mundial da Água e destacou a importância da participação popular nas discussões:

“O Brasil captou esse evento pela importância que nós temos na questão dos recursos hídricos do planeta. Ele integra toda a sociedade, através de seus segmentos, para a discussão da temática da água. Hoje a água deve ser discutida por toda a sociedade. Gestão de águas não se faz sem envolver todos os atores nesse processo, e ele tem como grande fator determinar decisões a nível mundial, principalmente nas regiões transfronteiriças. O Brasil apresentou essa proposta porque estamos num momento ímpar em que precisamos integrar as ações dos países da América Latina, porque todos os nossos rios de alguma maneira circulam pelos países. Precisamos unir forças, metas e objetivos para termos uma boa gestão para o nosso futuro.”

o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo, além de citar este engajamento, disse que espera que o Fórum promovido no Brasil seja um grande marco para colocar o tema em maior evidência no continente.

“Muito mais do que um grande evento e um momento especial de juntar e trocar experiências, nós estamos com uma expectativa de transformação, para que a água seja efetivamente um elemento fundamental para tomadas de decisão, para os investimentos públicos e para a definição de prioridades no Brasil e no planeta. Muito embora seja realizado no Brasil, temos uma expectativa de que ele seja um evento especial de integração do continente sul-americano. Nós temos muitas experiências positivas, mas acreditamos que podemos avançar ainda mais em relação à integração. Que o Fórum Mundial da Água seja um marco para a criação e consolidação de conferências continentais a respeito da água.”



O coordenador de Recursos Hídricos e Atmosféricos da Secretaria de Meio Ambiente do Paraná, José Luiz Scroccaro, ressaltou a importância do compartilhamento de ações que visem os cuidados com a água:

“Esperamos que as experiências que os senhores desenvolveram sirvam para levarmos ao 8º Fórum Mundial da Água em Brasília no ano que vem. Exemplos que possam ser seguidos e mostrando que temos uma capacidade técnica muito elevada e que possamos demonstrar a nossa capacidade. Preservar a água não é só uma obrigação. É estarmos investindo no futuro nosso e das gerações que estão por vir.”

O premiado Programa Cultivando Água, desenvolvido desde 2003 pela Itaipu Binacional na Bacia do Paraná 3, é um dos exemplos de sucesso. A iniciativa inclui ações como a recuperação de microbacias, proteção das matas ciliares e projetos de educação ambiental que envolvem escolas, ONGs, prefeituras e grupos da sociedade civil. A replicação do programa, inclusive, já está acontecendo, conforme lembrou o diretor de Coordenação da Itaipu, Hélio Amaral:

“A água é um bem universal que precisamos preservá-la, e o nosso Programa Cultivando Água Boa, que já recebeu tantos prêmios (em 2015 recebeu o prêmio como melhor programa de conservação hídrica dado pelas Nações Unidas), estamos tendo o prazer de iniciar um trabalho de expansão dele, com as águas subterrâneas e outras ações. A Bacia do Iguaçu está utilizando a metodologia do CAB e isso nos causa um imenso prazer”.



O diretor de Coordenação da Itaipu, pelo lado paraguaio, Pedro Domaniczky, lembrou o exemplo de Itaipu como caso de sucesso na geração de energia limpa e renovável, além da convivência entre dois países:

“Muitos continentes possuem muitos conflitos e situações complicadas em relação à água. Aqui na América do Sul podemos dar exemplos, não apenas de boas práticas, mas de convivência e articulação. Estamos hoje em uma central hidrelétrica, a maior fonte de energia renovável e limpa do mundo, onde um rio, em vez de separar dois países, une, e juntamente aproveitam a melhor matéria-prima, que são os recursos hídricos”.

O 8º Fórum Mundial da Água (e 1º realizado no Hemisfério Sul) é organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água em parceria com o país sede. O evento é considerado o mais importante do setor no planeta por sua abrangência política, técnica e institucional.

O Fórum está sendo construído dentro dos processos Temático, Regional e Político. O Fórum Cidadão é uma ação transversal a esses processos, com a intenção de garantir a participação de ações com envolvimento social e que está sendo realizado em todas as regiões do País. Além de Foz do Iguaçu, o Fórum já ocorreu em Fortaleza (CE), e será realizado ainda neste ano em Cuiabá (MT), São José do Rio Preto (SP) e Palmas (TO).




(Fotos: Kiko Sierich/PTI)

Última modificação em Quinta, 28 Setembro 2017 17:25
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Voltar ao Topo
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
Termos de Compromisso  |  Política Privacidade  |  Creative Commons 2014 • Todos os Direitos Reservados