Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Via SMS, paranaenses poderão receber alertas de chuvas de granizo, tempestades e vendavais

A partir da próxima segunda-feira (16), por mensagens de texto SMS, a população dos 399 municípios paranaenses poderá ser alertada de eventos meteorológicos severos. O sistema foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil e o Paraná é um dos primeiros estados a receber a novidade, juntamente com Santa Catarina e São Paulo. A previsão é que até março de 2018, a inovação funcione em todo território nacional.

O serviço não tem custos para a população e é promovido pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Agência Nacional de Telecomunicações e operadoras de telefonia móvel. Segundo o coordenador executivo da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Edemilson de Barros, a intenção é amadurecer o sistema até o fim do ano.

“Ele ainda está numa fase experimental. Acho que estaremos mais maduros talvez no final do ano ou no começo do ano que vem, porque vamos estar fazendo vários testes. Mas o processo já inicia em forma de testes já a partir do dia 16 para os 399 municípios do Paraná”.

Para receber os alertas de ocorrências de chuvas de granizo, tempestades e vendavais, os usuários devem responder com o número do seu CEP, a mensagem que será enviada pelas operadoras telefônicas entre os dias 16 e 20 de outubro. Caso não receba a mensagem, é possível se cadastrar enviando um SMS para o número 40-199 com o CEP da residência. Os usuários podem cadastrar quantos endereços quiserem.

O sistema começou a ser elaborado a partir da promulgação da Lei 12.340 de 2014, que trata da prevenção ao risco de desastres. A lei obriga as empresas de telefonia móvel a transmitir gratuitamente informações de alerta à população sobre riscos de desastre. Os municípios paranaenses que apresentam o maior número de ocorrências são Prudentópolis, Santo Antônio do Sudoeste, Querência do Norte, Salto do Lontra e Rondon, por isso já contavam com serviço de alerta desde junho deste ano.

O chefe do setor Operacional da Defesa Civil Estadual, capitão Romero Nunes da Silva Filho, fala sobre a importância da expansão para todos os municípios do Paraná.

“O objetivo é pudermos dar informes meteorológicos de eventos severos, como granizo, chuvas intensas e vendavais, para a população. O objetivo é podermos alertar para que as pessoas possam se defender. Um exemplo prático é o granizo. Se você recebeu um alerta de que na sua cidade há a possibilidade de granizo nas próximas horas, você pode tirar guardar seu carro e guardá-lo, por exemplo”.

Serão repassados à população os alertas meteorológicos que a Defesa Civil Estadual recebe de diversas instituições, como o Simepar e o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), que monitora todo o País.

(Com informações da Agência de Notícias do Paraná)
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados