Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Políticas públicas de Educação Ambiental serão discutidas em Foz do Iguaçu

Foto: AMN
Foz do Iguaçu irá receber, nesta sexta-feira (17), Gestores de Educação Ambiental dos 29 municípios que compõem a Bacia do Paraná 3 para o seminário “Políticas Públicas de Educação Ambiental: da Formulação ao Monitoramento”. Ao todo, são esperados aproximadamente 100 representantes dos diversos setores da sociedade para discutir sobre a construção de políticas públicas sobre o tema na região.

A professora e integrante do Coletivo Educador Municipal de Foz do Iguaçu, Rosani Borba, comenta sobre os objetivos do evento:

“Nós estamos nos lançando a conhecer e estudar como é que se constrói uma política municipal de Educação Ambiental. Existem poucos municípios no Brasil que possuem política de Educação Ambiental construída e implementada. No Paraná, temos apenas dois municípios com essas políticas: Toledo e Colombo. E a gente vem, enquanto gestores de educação ambiental da Bacia do Paraná 3, nesse movimento de iniciar a construção das políticas municipais nesse território”.

O encontro será mediado pelas integrantes da Articulação Nacional de Políticas Públicas de Educação Ambiental (ANPPEA), professoras Maria Henriqueta Andrade Raymundo e Semíramis Biasoli. Rosani comenta sobre os temas que serão abordados na programação:

“Então, a gente solicitou para elas [mediadoras] que essa oficina trate de esclarecer o que é uma Política Pública; qual a importância da Política Pública Municipal de Educação Ambiental para os municípios; e algumas linhas abordando como é que se constrói, por quais caminhos a gente pode caminhar para fazer a politica em cada um dos municípios”

Apesar da temática comum, os municípios possuem demandas diferentes em relação às questões de educação ambiental. De acordo com a gestora, a metodologia será apenas uma base para que os articuladores desenvolvam as políticas públicas de acordo com as suas necessidades:

“O que a gente já sabe que não existe uma metodologia única para elaboração das políticas municipais de educação ambiental. Cada município precisa encontrar e definir sua própria metodologia. Então o que elas [mediadoras] vêm fazer é dar em linhas gerais como os demais municípios já fizeram, compartilhar as experiências e dar indicadores de quais questões a gente precisa estar preocupados desde o início da formulação das políticas para trata de monitoramentos e de avaliação dessas políticas ao longo do tempo”.

Coletivo Educador

Coletivos Educadores são grupos de pessoas que trazem apoio de suas instituições e se aproximam para superar lacunas e dificuldades e potencializar capacidades de seus participantes, visando promover articulação de políticas públicas e desenvolver processos formativos de educação ambiental voltado à totalidade de um território.

Em Foz do Iguaçu, este grupo é composto, atualmente, por 27 instituições e aproximadamente 32 pessoas, que vêm colaborando nas ações e intervenções em busca da melhoria da questão socioambiental da nossa cidade.
Avalie este item
(0 votos)
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados