Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Dia do Rio Iguaçu é comemorado com evento de conscientização em Foz do Iguaçu

Foto: Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional.
São 1320km de um rio que liga a Serra do Mar ao extremo oeste do Paraná. O Rio Iguaçu atravessa 119 municípios, e é importante para o desenvolvimento do estado há muito tempo. Por ele passavam os barcos que movimentavam a economia nos séculos XIX e XX, e agora, ele leva energia a casa de muitos paranaenses. Atualmente são cinco usinas instaladas nele. E para dar mais visibilidade a esse velho amigo do estado, 17 de novembro foi instituído como o Dia do Rio Iguaçu.

Entretanto, apesar da clara importância dele, o rio ainda não é tão reconhecido ou protegido. E há dois anos, junto com a data, uma força tarefa foi montada para iniciar os trabalhos de revitalização do Rio Iguaçu. Durante a última semana, duas cidades do estado receberam comitivas para apresentar os resultados da atividade. União da Vitória e Foz do Iguaçu, foram as escolhidas para sediar o evento.

Foto: Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional.

A fronteira iguaçuense recebeu a equipe com os resultados nessa sexta-feira (17). Mario Celso Cunha, gestor de revitalização do Rio Iguaçu, conta quais foram os desafios do trabalho.

“Infelizmente, há 30, 40 anos, ninguém fez nada até agora. Então nós encontramos uma área bem poluída que é o Alto Iguaçu, que começa na região de Curitiba, e ali há muita invasão, ocupação irregular, muito esgoto irregular, e isso tudo nós estamos trabalhando para recuperar. Só ali no Alto Iguaçu existem 71 indústrias, então imaginem o que vem de poluentes e bactérias também. Então nós estamos trabalhando bastante ali, porque no Médio Iguaçu, onde temos as cinco usinas da Copel, o trabalho já é melhor, a água e a qualidade já é melhor. E aqui nem se fala, temos Rio Cascavel ajudando, o Rio M’Boicy, o Tamanduá, que já tem um trabalho bom das prefeituras. É um trabalho muito difícil, porque não é um trabalho só de governo, é um trabalho de estado que precisa permanecer por 30, 40 anos, mas a equipe que está trabalhando é muito positiva, e por isso nós estamos aqui comemorando a data dessa atividade. Estaremos então mostrando os dois anos de resultado desse trabalho, o que já tiramos de lixo no rio, o que recuperamos de mata ciliar, o que fizemos para que o rio tenha oxigenação e qualidade de água. ”

A vice-governadora do estado, Cida Borghetti, autora da lei que instituiu a data, ressaltou o envolvimento de todos para o trabalho de limpeza do rio, principalmente do governo de Curitiba, afinal, parte dos problemas de poluição do Rio Iguaçu chegam dos afluentes da capital paranaense, como o Rio Belém.

“No dia 28, o prefeito Rafael Greca vai assinar um acordo para colocar máquinas e toda a equipe disponível para a despoluição do Rio Belém, o afluente mais importante do Rio Iguaçu. Curitiba começou ao entorno do Rio Belém. Então vai ser um avanço muito grande, nós já estamos no segundo de revitalização e limpeza do Rio Iguaçu, e já foram retiradas 500 toneladas de lixo do rio, eram fogões, geladeiras, colchões, camas, sofás, para vocês entenderem como estava a situação do Rio Iguaçu e seus afluentes. Então precisa ser feito um trabalho muito mais forte.”

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, também esteve presente e comentou sobre a participação do Governo Federal na ação.

“Serão anunciados mais de um bilhão e 200 milhões de reais em recursos de saneamento no Paraná, cada cidade que tem população ribeirinha que tem saneamento, evita poluir o rio, são todas as cidades do Paraná envolvidas nisso, em especial a recuperação do Rio Belém na capital, é uma ação importante que valoriza essa temática de fazer do Rio Iguaçu um exemplo de recuperação e de revitalização.”

As ações de recuperação da bacia contam ainda com o apoio da Sanepar, Copel, Instituto Águas Paraná, Instituto Ambiental do Paraná, secretarias estaduais do Meio Ambiente, Polícia Ambiental e demais parceiros.

Com a supervisão da jornalista Poliana Côrrea*
Última modificação em Sexta, 17 Novembro 2017 18:00
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Voltar ao Topo
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados