Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Vitrine de Agroecologia resgata cultivo e consumo de plantas comestíveis não tradicionais

Quem passa pelos corredores do Show Rural Coopavel 2018 logo se interessa pela Vitrine Tecnológica de Agroecologia. O espaço de 2.600 m² simula uma propriedade rural, utilizando apenas técnicas de agroecologia, isto é, livre de agrotóxicos e sem agredir o meio ambiente. O espaço é resultado de uma parceria entre 12 instituições, como universidades e institutos de pesquisas governamentais e não governamentais. Entre elas, a Itaipu Binacional.

O técnico agrícola Ronaldo Pavlak, um dos representantes da binacional no espaço, cita algumas das atrações disponíveis ao público do evento e destaca que o grande foco da ação é a preservação da saúde, tanto de quem produz quanto de quem consome:

“Aqui nós temos desde a parte de adaptação e captação da água da chuva, a parte de aquecimento solar de água, o uso de desidratador solar de frutas. Tem a parte de pecuária em produção agroecológica, tanto o sistema de pastoreio racional “Voisin”, quanto aos tipo de forrageiras, aos tipos de criações de animais. Tem a parte de sistema agroflorestal onde a gente traz todo um sistema de cultivo integrado entre lavoura, agrofloresta e hortaliças... O principal enfoque é na saúde. Tanto no produtor, para que ele não se contamine com o agrotóxico e os fertilizantes químicos altamente solúveis, quanto do consumidor, para que ele vá comprar o alimento e esse alimento traga bem estar e cumpra seu papel”.

Outro temática em destaque na Vitrine são as Plantas Alimentares Não Convencionais (PANCs). A proposta é mostrar para a comunidade como aproveitar melhor essas plantas na alimentação cotidiana. Além do investimento ser mais baixo, essas plantas possuem altas propriedades nutricionais:

“Chamamos elas de Plantas Alimentares Não Convencionais (PANCs), porque normalmente, se você pegar o alface, o brócolis, o repolho, a abobrinha, a berinjela, são plantas que tradicionalmente são cultivadas. Então elas foram melhoradas e tem uma cadeia produtiva bem estabelecida de se produzir. Não vão ter muito problemas com pragas que vem espontaneamente nas propriedades, e você tem um valor nutricional muito alto em relação as plantas cultivadas tradicionalmente. O que estamos trazendo aqui são plantas com um maior teor nutricional e um maior potencial de uso culinário para você aproveitar mais os nutrientes dos alimentos. Não é apenas uma alimento bonito, mas um alimento funcional.”



Na Vitrine Agroecológica estão expostos mais de cem cultivos altamente nutritivos. Desde a alface nativa até espécies desconhecidas, como a capuchinha, que dispensa o tempero em seu consumo, ou a bertalha coração, que tem quase dez vezes mais ferro que o espinafre.

Outro destaque da participação de Itaipu são as cerca de 50 plantas medicinais expostas na mandala, junto com outras plantas, conforme explica engenheira agrônoma Liziane Cadine Pires, da Divisão de Ação Ambiental da Itaipu:

"A gente trouxe estas plantas para que as pessoas se identifiquem com elas, reconheçam e também tenham elas em casa, seja na horta, no quintal, na propriedade rural ou propriedade urbana, mas que tenham essas plantas para a sua utilização”.

A programação do Show Rural Coopavel segue até esta sexta-feira (9), em Cascavel (PR).

(Fotos: Adenésio Zanella/Itaipu Binacional)

Última modificação em Quarta, 07 Fevereiro 2018 15:30
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados