Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Professor da Unesp relata evolução da irrigação no Brasil

A Web Rádio Água e o Podcast Unesp - projeto desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e Imprensa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) - mantém uma parceria para intercâmbio de conteúdos. Nesta semana, Fernando Braz Tangerino, professor da Unesp de Ilha Solteira, traz um panorama geral de como a irrigação avançou no Brasil:

“Estou formado já há um bom tempo, mas ainda na faculdade nos ensinaram que irrigação que seria a técnica de aplicação artificial de água para suprir as perdas pelo processo de evapotranspiração, ou seja, a evaporação da água do solo com a transpiração das plantas. Esse conceito mudou e hoje definimos irrigação como um conjunto de ações e conhecimentos ecléticos, que permite também repor a água perdida pela evapotranspiração. Mas há também outras possibilidades, como por exemplo, otimizar custos de sistemas de produção e, através da quimigação, ainda modificar o microclima. Outra mudança dos tempos da graduação é o fato de que o gotejamento já não mais é visto com ceticismo pelos irrigantes, e hoje é utilizado largamente, até em culturas anuais e em subsuperfície. Ao mesmo tempo em que os ciclos, antes irrigados por canhões, hoje convivem sobre as linhas de gotejo ou de microaspersores, e ainda sob os sistemas de pivô-central. A entrada dos pivôs centrais nessa cultura foi viabilizada pela elevação da altura das treliças e também pela percepção de que podem proporcionar um possível microclima favorável para a mitigação do abortamento dos açores quando a temperatura ultrapassa os 35º C, fato que aconteceu no Noroeste Paulista em 21 dos dias em 2017, conforme informa o Canal Clima da UNESP...”

Tangerino também destaca que o setor vem exigindo cada vez profissionais mais capacitados e versáteis. A entrevista completa pode ser ouvida no player acima.
Última modificação em Quarta, 21 Fevereiro 2018 15:06
Avalie este item
(0 votos)
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados