Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA

Estudantes do SESI/Taguatinga (DF) apresentam protótipo visando o uso racional da água

Após pesquisarem bastante em livros, artigos científicos e sites, um grupo de estudantes do Sesi de Taguatinga (DF) percebeu que grande parte do desperdício de água se deve à falta de consciência em relação ao uso racional deste bem tão precioso. Com base nessas informações, eles desenvolveram o protótipo de um controlador específico de água nas residências.

O sistema está sendo apresentado durante o 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília (DF). A ideia, que foi desenvolvida para um torneio internacional de robótica da Lego para estudantes entre 9 e 16 anos, foi ganhando corpo. Maria Rita Lima Romeiro, uma das integrantes do projeto, explica como o protótipo funciona:

“É um sensor instalado em cada saída de água da casa (no chuveiro, na torneira da pia) e com ele é medido o fluxo de água e você vai saber quanto de água está passando na sua casa. Ele irá mandar isso para um IP (protocolo de Internet) e nesse IP vai aparecer o tanto de água que você está gastando, orientações, uma previsão de sua conta de água. Então, você vai poder saber o quanto de água você pode economizar e melhorar. Não adianta a gente punir, igual o racionamento que é uma medida drástica, sem antes educar. Então, precisamos que as pessoas tenham essa consciência e educação sobre a água”.

O sistema está em constante evolução para que em breve possa ser implementado em residências. Maria Rita também fala do sentimento em apresentar o projeto no maior evento do mundo sobre água:

“Após o nosso protótipo nós desenvolvemos o mínimo produto viável. Antes, o nosso protótipo tinha que ser alimentado por uma tomada, e você não vai conseguir ter uma tomada em cada ponto de saída de casa. Então, pegamos uma bateria e fizemos a conversão. Agora ele gera gráficos no sistema. Estamos evoluindo o nosso produto para que possa se tornar o melhor possível e sanar esse problema que é o desperdício de água nas residências (...) É muito gratificante, porque queremos melhorar, além do desperdício, da situação da crise da água em nossa região, no mundo inteiro porque a água potável é um recurso finito e temos que se preocupar bastante com isso. Daqui a alguns anos, não vamos ter tanta água como temos agora.”

Com o protótipo, a expectativa é que os moradores identifiquem onde gastam mais água e possam criar mecanismos para diminuir a vazão ou se conscientizar para usar menos. A programação do 8º Fórum Mundial da Água segue até sexta-feira (23).
Última modificação em Quinta, 22 Março 2018 17:39
Avalie este item
(0 votos)
Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Voltar ao Topo
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados