Portuguese English Spanish
Entrar

Entrar

Faça seu login
ou use sua conta
Lembrar-me

Create an account

Campos marcados com * são obrigatórios
Nome (*)
Nome de usuário (*)
Senha (*)
Confirmação de senha (*)
Email (*)
Confirmação de email (*)
BUSCA
Podcast Unesp

Podcast Unesp

Pesquisadora da Associação Internacional de Hidrogeólogos aponta ações sociais que contribuem na preservação dos recursos hídricos

O PodAcqua Unesp publica depoimentos de especialistas sobre diferentes aspectos ambientais, sociais e políticos, relacionados à água. Raquel Sousa da presidente do grupo de Portugal da AIH - Associação Internacional de Hidrogeólogos e uma das responsáveis pela iniciativa Responsible Water Scientists, aponta ações que podem ser adotadas para preservar os recursos hídricos em todo mundo.

“A água é necessária para tudo que nós consumimos. Desde os alimentos, aos objetos, serviços, industria, energia, e portanto, apesar de não servir de nível, temos uma enorme pegada hídrica no nosso dia a dia. Dependendo do país, a quantidade hídrica varia, mas em especial nos países em desenvolvimento, consumimos muita água indiretamente, e não é apenas a água que vemos escorrer das torneiras. Há muitas campanhas e as crianças também estão sendo sensibilizadas para poupar água. Mas a verdade é que temos que dar um passo mais em frente e poupar água que estamos usando indiretamente na produção dos nossos bens: objetos, alimentação, roupas, medicamentos, enfim, tudo que nós consumimos tem uma pegada hídrica associada. Além de estarmos usando os recursos, estamos também contaminando ele. Portanto passa pelos indivíduos, pela sociedade e pelas responsabilidade individual, começarmos a mudar o nosso estilo de vida com pequenas mudanças que visem poupar recursos hídricos. Há vários exemplos e pequenas coisas que podemos fazer, como por exemplo reduzir a quantidade de embalagens de plástico que consumimos, utilizarmos produtos orgânicos, biológicos e locais que não impliquem no transporte ao qual está associado um enorme uso de recursos hídricos. Há também várias campanhas sobre isso, que denunciam o uso de embalagens de plástico que só se utilizam uma vez, como copos de plástico, pratos, talheres. Vários estudos alertam para o potencial risco para a saúde e para os recursos hídrico impacto é muito grande. Muitos alertas foram feitos sobre isso, mas ainda não existe uma consciência de que podemos contaminar as águas subterrâneas, elas arrastam tóxicos, bactérias, poluentes, e portanto é uma cadeia sem fim.”

Sousa destaca a relevância das ações da sociedade para a conservação da água.

“Na minha visão, muitas pessoas esperam que o governo tome medidas, mas o mercado vai responder às nossas necessidades importantes, e eu penso que isso vai depender do indivíduo com medidas próprias. Precisamos mudar ao invés de esperarmos decisões que venham de fora. Precisamos influenciar o mercado, e não sermos influenciados por ele. Nesse sentido, começarmos a questionar o uso de sacos plásticos, começar a ver que há alternativas para poupar água, para minimizar os contaminantes, entender que toda agricultura tem um impacto enorme.”
Leia mais ...

Podcast UNESP: como está a situação das águas subterrâneas em Portugal?

No Podcast UNESP dessa semana, Luis Ribeiro, professor do Instituto Superior Técnico em Portugal faz um panorama sobre a situação das águas subterrâneas em Portugal. 

“Portugal é um país da União Europeia que é obrigado a cumprir um conjunto de normas que estão mais ou menos bem representadas naquilo que é a Directiva Quadro da Água. As águas subterrâneas tem um papel fundamental nessa diretiva. Portugal é obrigado a cuidar pelo estado físico-químico e ecológico das águas, assim como o estado quantitativo. Periodicamente, de cinco em cinco anos, é necessário fazer estudos/planos de bacia hidrográfica. Temos que fazer avaliações, caracterização e diagnósticos da situação. Então o último trabalho que conduzimos (a maior parte dos estudos sobre águas subterrâneas é feito pelo grupo que eu coordeno) tem mostrado que as águas subterrâneas, na maior parte dos casos, estão em bom estado físico-químico e ecológico, sendo que só uma pequena porção tem problemas relativos principalmente à contaminações provocadas por nitratos de origem agrícola. Este é o grande problema que temos em Portugal, assim como em vários países da Europa. Portugal é obrigado a cumprir uma diretiva específica de nitratos, que tem como objetivo reduzir a concentração de nitratos de origem agrícola e agropecuária naquelas zonas que já foram identificadas como sendo as mais graves. Portugal é um país pequeno, um dos menores da Europa, no entanto tem uma grande diversidade hidrogeológica climática. Temos praticamente tudo. Temos também importantes interações das águas subterrâneas com os rios em zonas costeiras". 

Ele também destaca a relevância dos aquíferos para Portugal. No player acima, ouça a entrevista na íntegra!

 

Leia mais ...

Podast UNESP: diretor da ANA convida a sociedade para o Fórum Mundial da Água 2018

No Podcast UNESP dessa semana, Ricardo Andrade, diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), governador do Conselho Mundial da Água e diretor executivo do 8° Fórum Mundial da Água, conta detalhes do evento que será realizado em Brasília entre 18 e 23 de março de 2018.

“A ANA é uma agência nacional que tem responsabilidade pela gestão dos recursos hídricos de domínio da União. Em parceria com os estados, exerce um papel fundamental na proteção desse bem tão importante. Recentemente conquistamos o Fórum Mundial da Água na sua oitava edição, que será pela primeira vez na América Latina e a primeira vez no Hemisfério Sul. Será um evento que reunirá cerca de 40 mil pessoas e é uma oportunidade para todos da sociedade estarem presente. O Fórum tem uma característica muito importante por se tratar de um evento sem vinculação com nenhuma instituição governamental oficial. O Fórum possibilita debates e discussões; engaja a sociedade civil, academia, governo, autoridades locais, empresas e toda a sociedade. Quero aproveitar a oportunidade para convidar a todos estarem presentes em Brasília (DF) de 18 a 23 de março de 2018 participando deste que é o maior evento sobre água do mundo.”
Leia mais ...
Assinar este feed RSS
 
Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu   Mantenedores   Desenvolvido por:
Av. Presidente Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038
   
  • Todos os Direitos Reservados